aprenda.com.br

UMA CONVERSA FRANCA SOBRE EMPREENDER – PARTE III

Publicado em: 1 de dezembro de 2020 às 18:42 Alessandro Mazaroto

Três Razões Poderosas para Existência de um Produto Digital

Como falamos anteriormente, os clientes só se preocupam com eles. Queira você ou não, somos egoístas em um processo de compra.

Existem três razões essenciais, três razões existenciais de um produto. Uma diz respeito ao consumidor, e outra ao produto.

No que diz respeito às razões do consumidor, existem 3 Razões Essenciais. Uma pessoa só compra algo:

1 –  Porque precisa;

2 –  Porque acha que precisa;

3 –  Porque ainda não tem certeza se precisa ou não.

Somos totalmente egoístas — e até hedonistas — em um processo de compra. Está na essência de preenchimento do ser humano consumirmos utilidades e futilidades.

Já no que condiz ao produto, existem 3 Razões Existenciais para um produto digital.

Educar: Você se coloca a levar o seu cliente do ponto A ao ponto B. O objetivo claro deste produto é a transformação. O seu cliente precisa conseguir algo objetivo (que pode ser para preencher uma utilidade ou uma futilidade). Geralmente ele quer dinheiro, fama e/ou poder (isso é assunto para um outro artigo).

Expor: Um produto pode ter como característica informar o seu cliente de algo. Essa informação pode ser referente a uma necessidade explícita, ou a uma necessidade oculta — que foi revelada em algum momento para o seu cliente.

Entreter: O seu cliente pode simplesmente estar buscando preencher sua dispersão, e busca algo que o faça bem — mesmo de forma subjetiva. Esse entretenimento pode ser sexual, cômico, midiático, ou qualquer tema que não se relaciona necessariamente com algo educativo ou informativo. Inclusive no Brasil, é a maior indústria na internet e televisão.

3Ps e 3Es.

Todo produto possui ao menos 1E e 1P. É impossível você criar um produto digital que não desempenhe tais características. E geralmente, para cada “E” existe um “P” com mais sinergia.

Existe uma determinada “fórmula” que você pode aplicar para identificar as características do seu produto. Fiz questão de colocar “fórmula entre aspas”, porque não acredito que exista uma fórmula perfeita, mas essa regra que sugiro é praticamente irrefutável na maioria das situações:

Um produto digital precisa estar pelo menos dentro de um (1) dos 3Es possíveis. E tal clareza deve ser transmitida e consolidada em toda a entregabilidade do seu produto.

Geralmente um produto que possui interesse em educar, acha público fácil entre as pessoas que já possuem conhecimento sobre uma necessidade a ser aprendida, e para aquelas pessoas que possuem necessidades ocultas — e quem em um processo de vendas se torna revelado.

Por exemplo: existem pessoas que se incomodam muito com o seu peso, e estão em busca de uma solução — que pode ser através de um curso. Mas, talvez você encontre alguém que está acima do peso, mas que não tinha percebido o quão prejudicial para a saúde isso pode ser.

Nesse caso, é alguém que possui uma dor “oculta”.

Então, talvez a sua a fórmula deste produto seja essa:

Isso quer dizer que 50% do seu produto é para educar 35% da sua audiência que PRECISAM COM URGÊNCIA do seu produto, e 15% que SABEM que têm um problema, mas que ainda não viu uma urgência imediata.

Talvez, e seu produto não seja só educativo, mas também expositivo (informando o cliente sobre o problema. Então você dividiria os 50% do seu produto talvez entre 35/15, ou 25/25.

“Ah Maza! Mas como chego nessa informação”. Depende. Você precisa conhecer as características do seu público, e quais são as suas forças para ajudá-lo.

Isso te possibilita a ter algo mais abrangente, e chegar em uma idéia aproximada do que você irá criar.

Agora dimensione isso.

Depois de entender isso, você percebe que possui uma audiência em escala, e que precisa criar a solução para o problema que você está se pondo a resolver.

Agora que você sabe disso, já pode criar o seu produto sabendo que não está se propondo a ser mais um, e sim quer fazer parte dos resolvedores de problemas.

Porém, como você fará isso?

Como conseguir encontrar o seu público de interesse?

Isso eu te explico no próximo artigo. 🙂

Para recebê-lo, coloque o seu nome e e-mail aqui, e ative a notificação.

AUTOR: ALESSANDRO MAZAROTO www.linkedin.comin/mazaroto/?originalSubdomain=br

Receba os melhores conteúdos sobre marketing e emprededorismo no seu e-mail

Casdastre-se e não perca nenhuma novidade!

Assinatura efetuada.